terça-feira, 30 de setembro de 2014

A magia das Histórias Infantis: Os Três porquinhos

Cassiane, Silvana e Evandra estão desenvolvendo um lindo projeto de contação de histórias na EMEI Pimk, em Igrejinha!

 
Uma das histórias contadas foi "Os Três Porquinhos".
 
 
Os pequenos assistiram primeiro a um DVD com a historinha.
 
 
Depois, pintaram os fantoches do lobo mau e  dos porquinhos.
 
 
Ah, eles aprenderam a canção  da história: "Quem tem medo do lobo mau, lobo mau..."


Depois, tiveram que recontar a história usando os fantoches e o Cenário das Casinhas de palha, madeira e pedra.
 
 
 Por fim, usaram a Caixa das Sensações e, nela, havia materiais referente à história como madeira, palha e pedra. 

 
Ah, que legal explorar o mundo com todos os órgãos dos sentidos!!

sábado, 27 de setembro de 2014

Pintando Gustavo Rosa



Crianças adoram o mundo colorido das tintas, a descoberta das misturas que se transformam em outras cores, o lambuzar-se, o sentir nas mãos a textura, é isso que os fascina e que torna a aprendizagem divertida, pois o mundo infantil é colorido!



A prática de pintar os instrumentos foi muito divertida, cada um pôde pintar um instrumento! As acadêmicas bolsistas, Beatriz e Regina, apresentaram às crianças Gustavo Rosa, um artista paulista, e conversaram sobre como este artista começou no mundo das artes. 



Falaram também sobre suas primeiras obras na parede de casa com pedaços de carvão da lareira. Ao contar esta parte, as crianças se identificaram e uma até comentou: “Ô profe, eu também já peguei canetinha e pintei a parede da minha casa!” 



Ficaram encantados com as obras que retratavam os animais, todas muito coloridas, destacando-se as formas geométricas!



Depois desta grande aventura apreciativa, ensaiaram um pouquinho a letra da música que eles criaram ao ouvirem a história que a vovó contou. 



A criança, por si só, já é um ser encantador e o que leva as acadêmicas bolsistas a desejarem participar deste universo é que ao observarem suas ações, segundo seus depoimentos, remetem-se a outro mundo, onde a inocência a espontaneidade preponderam!



Conforme Jalles (2011, p.68)

É fundamental que o(a) professor(a) esteja motivado para poder transmitir dinamismo e entusiasmo às crianças. Mesmo sabendo que estas se motivam espontaneamente pela alegria de mexer com tintas e pincéis, cabe a ele analisar a criança, pesquisar suas tendências e ir ao encontro dos seus interesses. 


Circo da alegria




O projeto Circo da Alegria, que as acadêmicas bolsistas Daniela e Elisane criaram, teve a sua culminância com um espetáculo na EMEI Azaleia!


Teve equilibristas se equilibrando na corda...


Teve malabaristas jogando bolas coloridas na boca do palhaço...


Teve as bailarinas dançando com o manuseio das fitas coloridas...


Teve até domador de leão e o próprio leão,que rugia forte demais!!

 
  
 Os palhaços riam e brincavam, acompanhando as brincadeiras dos palhaços Chulé e Pimpão que gosta de fazer pão!


Hoje tem marmelada, tem Sim Senhor!!!! E o palhaço o que é??? São as Profes pibidianas levando alegria para toda a criançada e professores da nossa escola parceira!!! Parabéns por este lindo projeto, meninas!!

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Oficina de Projetos para as pibidianas da Pedagogia


As acadêmicas bolsistas do Curso de Pedagogia, tanto as que trabalham com o subprojeto dos Anos Iniciais, quanto as do subprojeto da Educação Infantil, participaram de uma oficina de Projetos, na última sexta-feira, dia 19 de setembro.


O curso foi ministrado pela Professora do Curso de Pedagogia e Coordenadora do Núcleo de Apoio Psicopedagógico da FACCAT, professora Aneli Paaz.


Durante a oficina, além de explicitar cada passo da elaboração de um projeto pedagógico, a professora Aneli abordou questões como: a importância da participação dos alunos ao se dar início à elaboração de um projeto, o tempo adequado para se trabalhar os projetos com cada faixa etária, entre outros assuntos relativos à temática.


Ao final, as acadêmicas foram convidadas a pensarem coletivamente sobre um projeto cuja temática envolverá "A trilha dos sentidos".


O resultado deste projeto logo aparecerá aqui no blog!
Muito obrigada, professora Aneli, por este momento tão importante conosco! 

Uau, olha as Profes Piratas aí, gente!!!

As Pibidianas Raquel e Conceição estão em plena aplicação do projeto "Piratas em busca dos tesouros da vida".


As crianças conheceram a clássica história do Peter Pan em uma hora do conto e, após, recontaram a história e dançaram com alegria a música “Piratas em busca do tesouro perdido”!


A letra da canção conta que o pirata Capitão Gancho estava procurando tesouros pelos mares! 


Enquanto as crianças estavam empolgadas cantando a música, as Pibidianas saíram da sala e voltaram caracterizadas de piratas. Foi uma alegria só!


As crianças, muito empolgadas, chamavam as professoras da sala e, impressionadas, diziam: “Profe, tem piratas na nossa sala!”


As “Profes Piratas” fizeram uma conversação sobre os possíveis tesouros que teriam na nossa vida, e as crianças logo responderam, por exemplo, na escola (colegas, professoras, diretora), na casa (família, vizinhos), na natureza (árvores, flores, frutas, rios). Estas respostas foram espontaneamente arroladas pelas crianças, depois de uma conversação sobre o que de fato importa na vida!


Após esse momento, as “Profes Piratas” convidaram as crianças para uma apreciação da história do Peter Pan. Nesse momento, as crianças foram convidadas a expressarem os tesouros arrolados anteriormente.


A contação de história ficou linda e bem cooperativa, porque todos participaram e, com muita disposição, realizaram uma obra de arte!


A criançada ficou empolgadíssima com a obra coletiva que confeccionaram junto às “Profes Piratas”!!


Quando as acadêmicas bolsistas se despediram da turma, teve um menino que começou a chorar pedindo para que as Piratas não fossem embora! Mas elas explicaram que iriam em busca de mais tesouros e que, na próxima semana, voltariam com novas brincadeiras (que logo serão postadas por aqui)!!!!



E vem teatro por aí na Alice Maciel!!!




Lendo o texto de Gabriel Guimard (2011, p.89), há um parágrafo em que ele sugere que os professores procurem saber mais sobre o trabalho com as artes em geral. Especificamente, sobre o teatro na Educação Infantil, ele propõe a autodescoberta. “Trata-se da possibilidade de os educadores agregarem aos seus saberes uma ferramenta importantíssima no auxílio da formação de seus pequenos cidadãos. Quando fazemos exercícios de teatro, ou nos dispomos a reaprender a brincar, acabamos por exercitar nosso corpo e nossas emoções de uma forma prática e não apenas teórica.”


Enquanto se faz esta leitura, pode-se refletir sobre as várias possibilidades de se trabalhar com as artes e o quanto ela ensina e diverte. Através dela, descobrimos as mais variadas emoções que as crianças e nós mesmos podemos vivenciar. A arte faz com que possamos, muitas vezes, colocar para fora algo que está adormecido e que naquele momento é despertado.


Neste momento do projeto, Beatriz e Regina estão ensaiando uma peça teatral com as crianças da EMEI Alice Maciel, que será apresentada dentro de algumas semanas para toda a escola! Estamos esperando o resultado, pessoal!!!


quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Circo da Alegria!



As acadêmicas pibidianas Daniela e Elisane desenvolveram um projeto chamado “Circo da Alegria” na E.M.E.I Azaleia!


As crianças, além de conhecer as atrações do circo, como malabaristas, mágicos e palhaços, puderam confeccionar seu próprio “nariz de palhaço” e utilizar adereços circenses para dramatizar uma grande festa no Circo!



Este projeto divertidíssimo acabou por envolver toda a escola numa bela apresentação das crianças!


Hoje tem marmelada? Tem, Sim Senhor!!!!


Vamos cantar, pular, tocar e se divertir!!!

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Construindo uma banda musical no pré!

 Depois de conhecerem a história “Os músicos de Bremen”, os alunos, com os quais as professoras Beatriz e Regina estão realizando seu projeto,  construíram instrumentos musicais. Na história, os personagens acabaram não realizando o sonho de serem músicos.



Já na E.M.E.I Alice Maciel, a história é outra!!!


Todos agora têm instrumentos incríveis para se expressarem musicalmente!!!


Ao proporem esta atividade, as acadêmicas bolsistas se depararam com imprevistos, mas é isso que leva as pibidianas a aprimorarem suas práticas no trabalho com os pequenos. As professoras perceberam que os pequenos precisam de auxílio numa proposta como esta, para que as ações sejam realizadas de modo mais organizado.


O compensador é ver a alegria e o quanto os pequenos se divertem com os sons!! Numa prática de contrução de instrumentos com materiais recicláveis, a pesquisa sonora é bastante intensa!


O primeiro passo para se compreender o que é música é a pesquisa sobre o assunto, não só em livros, mas também pesquisando-se os sons que estão ao nosso redor, pois “a música é uma forma de arte que tem como material básico o som e consiste em organizações sonoras com a intenção de ser música" (KEBACH, 2011).

 


Além dos instrumentos ficarem muito legais visualmente, as crianças puderam experimentá-los, analisando o resultado de seus trabalhos.